Serendipity

29 out

Eu ainda quero fazer um post sobre a capacidade inacreditável que os norte-americanos têm de administrar crises e riscos. Nesse exato momento se aproxima da cidade um furacão e não consigo deixar de pensar quantos desabrigados, mortos e feridos já estaríamos contabilizando a essa altura se o furacão fosse no Brasil.

Mas hoje vamos falar de coisa boa (quero esperar a poeira baixar para poder abordar esse assunto com mais propriedade). Hoje vamos falar de Serendipity. Acho que vocês já ouviram falar desse filme com o John Cusack e a Kate Beckinsale, que em português levou o nome de ‘Escrito nas Estrelas’. É uma comédia romântica de 2001, que fala desse casal e seus encontros e desencontros promovidos pelo destino.

O formato do filme é aquele já conhecido das comédias românticas, mas eu quero é falar do detalhe divertido: o filme se passa em Manhattan, o nome é Serendipity. Aí eu descubro que existe um lugar, pertinho da minha casa, em Manhattan, chamado Serendipity. E eu preciso confessar que não sei se o lugar foi inspirado no filme, ou se o filme foi inspirado no lugar porque cada um diz uma coisa. Só sei que no filme aparece o lugar e o lugar tem toda cara do filme. Falei de um jeito confuso, né?

Vamos lá…Serendipity além de ser um filme, também é um restaurante, localizado no Upper East Side. Olhando de fora, é uma portinha singela que nem chamaria atenção se não fosse aquela fila gigante esperando para entrar e a galera tirando fotos junto ao letreiro da entrada.

Dentro do restaurante apertadinho, além das mesas, tem um milhão de tranqueiras, tanto para vender quanto para enfeitar. Eu não entendi muito bem o estilo da decoração: não sei se é moderno, se é antiquado… Até que de repente fiz uma interpretação poética: acho que a decoração é mais ou menos a cabeça de uma pessoa apaixonada – uma confusão que envolve borboletas, vitrais e até alguns monstrinhos.

E a melhor parte: a comida. Os salgados deixam a desejar. Mas os doces…. ah os doces!  São lindos, gostosos e gigantes. Não quero entrar em mais detalhes porque acho que tudo o que eu falar vai ser injusto: comigo, que estou trancada em casa com comida limitada; com você que está um pouco longe do restaurante; e com o próprio doce, que talvez se ofenda com uma descrição tão singela perto do que ele é.

Dica master: Serendipity não é lugar de ir sozinho. Vá acompanhado de pessoas que você realmente goste. Porque acho que isso ajuda um pouquinho na compreensão da atmosfera confusa e barulhenta de lá.

(Post por Jeana Mattei)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: